quarta-feira, 29 de abril de 2015

Novo

Novo endereço, Armazém de Ideias, pra maior criatividade e inspiração.

domingo, 23 de fevereiro de 2014

até o fim

Eu queria ser metade do que você vê. Metade do que as revistas dizem que devemos procurar em alguém. Metade do que os meus sonhos pedem. Eu queria ser quem te falasse ao invés de te escrever. Mas o que sou, entre linhas, entre erros e acertos, sorrisos tortos e gostos trocados, é tudo teu.
Camila Costa

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

infinitos porquês

É difícil colocar num papel o quanto eu amo você, talvez eu ame porque você é controlador demais e domina meu corpo como uma marionete; e porque você consegue incendiar o sofazinho da minha casa mesmo que fique lá só por um segundo; e porque tu doa todos os chocolates pra mim; e porque tu comenta os livros e filmes e seriados comigo; e porque tu olha e sorri que nem criancinha com vergonha; e porque tu se lambuza com sorvete e deixa cair o copo de refrigerante na própria roupa; e porque tu se desconcentra fácil demais; e porque você odeia caminhar mas me faz andar km só pra ver um livro; e porque tu vai me deixar ganhar no vídeo game; e porque tu gosta de passar o domingo na cama; e porque tu me acha linda ate de pijama e descabelada; e porque a tua mão é boa pra me puxar pra perto; e porque tu é desengonçado mas anda como se fosse um rei; e porque você aceita todas as idéias escrotas que eu tenho pra vida; e porque quando tu fica brabo tu ainda consegue ser lindo mesmo disfarçando o riso; e tem aquela coleção de livros que você ama mas nunca termina de ler; e porque você canta e dança umas coreografia sem noção sozinho fingindo que teu teclado é uma bateria imaginaria; e porque tu prefere se encher de casacos do que andar de bermuda; e porque você se arrepia todo com unhas no seu braço, pescoço, barriga; e porque tu reclama de calor a cada 10 segundos mas não abre a janela do quarto; e porque tu vai me deixar forrar a casa com placas de aviso; e porque tu pode ter todos os defeitos do mundo mas ainda vai ser melhor que qualquer pessoa; e porque a ideia de tomar banho de chuva te deixa constrangido; e porque você acha bizarro os filminhos de romance; e porque tu tem essa mente cheia de bobagens que numa hora sintetiza sacanagens e na outra é tomada por um medo de ficar sem; e porque você se faz de forte mas se desestrutura com uma aranha ou qualquer inseto; e porque tu me interrompe enquanto eu falo; e porque você tem aquela voz que ecoa na mente a cada palavra escrita, mesmo longe; e porque você ama Avenged Sevenfold mas tua camiseta preferida é do Asking Alexandria; e porque tua cor preferida é azul mas tu fica lindo de vermelho; e porque tu faz os rabiscos, digo letras, mais bonitos que já vi; e porque você não entende quando eu falo “para” e acaba arrancando um pedaço do corpo que fica doendo por dias; e porque tu tem um cheiro que se instala pelo quarto, pela casa, pelo corpo, pela vida como se nunca tivesse saído dali, e porque sim. E o seguinte é assim, é que tu tem aquele ar de mistério de quem quer que alguém descubra tudo que há por trás dessa mente barulhenta e que pensa demais, e aí eu topei e to aqui tentando decifrar até o fato de tu querer trocar de roupa pra sair mesmo que esteja tudo em ordem, tu tem essa mania de esconder o jogo achando que eu vou desistir de te entender e mal sabe que o que eu quero é só poder olhar o universo em torno de você. A tua confusão já tomou conta de mim, você não sabe, mas ate o colorido dos seus olhos verde azulados ou azul esverdeados me confundem, mas me perco dentro deles e pretendo ficar lá, pra todo o sempre, enquanto durar, porque amor, não há nada mais bonito que te olhar, não há nada mais bonito que te amar. 

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

agora, só agora

Baby, tanto a aprender, meu colo alimenta você e a mim. Deixa eu mimar você, adorar você, agora, só agora, porque um dia eu sei vou ter que deixá-lo ir. Sabe, serei seu lar se quiser, sem pressa, do jeito que tem que ser, que mais posso fazer? só te olhar dormir, agora, só agora, correndo pelo campo, antes de deixá-lo ir. Muda a estação. necessário e são, você a florescer, calmamente, lindamente... Mesmo quando eu não mais estiver, lembre que me ouviu dizer o quanto eu me importei e o que eu senti, agora só agora, talvez você perceba, que eu nunca vou deixá-lo ir, que eu nunca vou deixá-lo ir, eu não vou deixá-lo ir!

Pitty

terça-feira, 1 de outubro de 2013

inspire, expire e decida!

Todos vamos morrer, não podemos escolher como ou quando mas podemos decidir como iremos viver. Então faça isso. Decida! Essa é a vida que você quer viver? Essa é a pessoa que quer amar? Esse é o melhor que você pode ser? Você consegue ser mais forte? Mais gentil? Ter mais compaixão? Decida! Inspire, expire e decida.
Grey's Anatomy

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

this can be our song, this can be our song

Eu não sei por que às vezes parecemos tão separados, costurados, com o coração partido. Eu tento te enxergar, mas esta ficando escuro, as palavras continuam fluindo, e eu me pergunto o que elas significam. Você é como um pedaço de querosene, mas garota, você sempre foi uma amiga para mim. Mas eu tenho sido tão orgulhoso às vezes, perseguindo falhas. Eu estarei sempre ai, depois que a dor for embora, os sentimentos são tão fortes, essa pode ser nossa canção, essa pode ser nossa canção. Oh, não, eu nunca vou te fazer chorar de novo, eu vou concertar as coisas de novo e não vou deixá-las darem errado, essa pode ser nossa canção, essa pode ser nossa canção. Eu não sei se outra pessoa conseguiria me manusear. Eu não sei o que eu deveria ser, e você é a única que realmente vê, você me entende. Eu sinto algo crescendo bem dentro de mim, o que eu digo e o que eu quero dizer sempre parecem discordar então me ajude com este tempo difícil, mudar essas falhar.

quinta-feira, 25 de julho de 2013

conhece como a própria mão, cada medo do meu coração

Zé, to aqui de novo. Encontrei um pedaço de folha em branco e você sabe o que acontece sempre que encontro folhas em branco não sabe? Então to aqui fazendo devaneios desnecessários os quais você tem a estranha mania de chamar de drama. Ah Zé, se tu soubesse o quanto um drama alivia a alma e refresca a vida. Ta bom Zé, eu sei, é chato pra caralho sim, mas faz um bem danado, você devia tentar sabe? Cuspir as palavras que estão ai dentro fazendo volume e deixando tudo mais pesado. Tenta vai Zé, tenta, tu vai ver o quão magnífico pode ser jogar as palavras pro vento e esperar que alguém as recolha. Oh Zé, senta aqui do meu lado, deixa eu jogar tudo em cima dos teus ombros e te contar que o amor não existe não. Fantasia inventada pra que a gente pudesse tentar encontrar alguém. Aquelas historinhas de contos de fadas, de metades de laranjas, de almas gêmeas perdidas por ai, isso é tudo confusão da mente. Mas chega mais perto Zé, deixa te contar uma coisa. Ninguém sabe Zé, mas tenho sorrido mais ultimamente, conheci um desses carinhas legais que a gente vê tanto em filme e ele vem deixado meu riso mais frouxo como... não sei, mas deixa Zé. Ta virando um problema, tudo que envolve ele é problema, ele próprio é problema Zé, mas to querendo resolver. Será que cai no feitiço? Será que o moleque que compartilha bobagens comigo e me faz rir sozinha ta me fazendo cair nas graças do amor? Ah Zé, to dominada por esse cara. To querendo que ele saiba que pra mim ele é riso, e querendo que ele entenda que passei a ser idiota depois que o conheci, e que quero despejar o meu drama em cima dele esperando que ele abra os braços e acolha tudo. E mesmo que ele diga que eu sou uma maníaca controladora possessiva e completamente ciumenta, eu ainda vou olhar e sorrir o sorriso mais lindo que puder, porque esse cara merece Zé. To perdida,acho que estraguei tudo quando resolvi desconfiar do amor, agora ele veio e me pregou uma peça. Ah Zé, se tu soubesse o quanto me derreto quando ele me abraça.