terça-feira, 28 de julho de 2009

Vamos passear depois do tiroteio. Vamos dançar num cemitério de automóveis. Colher as flores que nascerem no asfalto. Vamos todo mundo...tudo que se possa imaginar. Vamos duvidar de tudo o que é certo. Vamos namorar à luz do pólo petroquímico. Voltar pra casa num navio fantasma. Vamos todo mundo... ninguém pode faltar. Se faltar calor, a gente esquenta. Se ficar pequeno, a gente aumenta. E se não for possível, a gente tenta. Vamos velejar no mar de lama. Se faltar o vento, a gente inventa. Vamos remar contra a corrente. Desafinado coro dos contentes.

pose - engenheiros do hawai

Nenhum comentário:

Postar um comentário