quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

era perfeita simetria

Não, não é isso. Não é o que você esta pensando. Eu estava falando serio quando disse que me lembro “de tudo”. Consigo recordar todos os momentos que passamos juntos, e em cada um deles havia alguma coisa maravilhosa. Na verdade não consigo escolher um momento que tenha significado mais que outro. O verão inteiro foi perfeito, o tipo de verão que todo mundo deveria ter. Como poderia escolher um momento em vez de outro? Muitas vezes os poetas descrevem o amor como uma emoção que esmaga a lógica e o bom senso. Comigo foi assim. Eu não planejei me apaixonar por você, e duvido que você também tenha planejado se apaixonar por mim. Mas, assim que nos conhecemos, estava claro que nenhum de nós conseguia controlar o que estava acontecendo com a gente. Ficamos apaixonados, apesar das diferenças entre nós, e quando isso aconteceu, alguma coisa maravilhosa foi criada. Para mim, um amor como aquele só acontece uma vez, e é por isso que cada minuto que passamos juntos ficou gravado na minha memória. Nunca me esquecerei de um momento sequer.
diário de uma paixão

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

sob sua pele encontrei abrigo

Somos um ioiô. E é exatamente isso que nos define. Em um momento estamos de bem com a vida, no outro já nem tanto, depois nem nos olhamos na cara. É um ciclo sem fim. Você não me deixa pensar direito. Você me confunde cada vez que aparece. E eu gosto dessa confusão, e quero que você fique, permaneça aqui. Eu quero que você concerte ou bagunce de vez a minha vida. Eu não me importo de viver uma vida politicamente correta ou errada. Tanto faz desde que seja com você, tudo vai ser bom.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Let the moment take you

E se você me der a mão, eu enfrento tudo, e o mundo vai ser pouco pra nós dois.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

a sua mão não vou soltar

Me diga o que fazer sozinho, eu não sei, tente seguir esse caminho, que eu trilhei, eu prometi um dia te mostrar, jurei que iria te levar pra outro lugar. E como eu vou viver sozinho? Eu não sei. Se me perdi nos teus caminhos [...] me diga como tudo isso aconteceu, aonde foi que a gente esqueceu?

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

dezessete

Teria sido bom se o tempo tivesse parado às dezessete horas daquele dia chuvoso.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

saber-se é diferente de sentir-se

Sentir-se amado é sentir que a pessoa tem interesse real na sua vida, que zela pela sua felicidade, que se preocupa quando as coisas não estão dando certo, que sugere caminhos para melhorar, que coloca-se a postos para ouvir suas duvidas e que da uma sacudida em você, caso você esteja delirando. Sentir-se amado é ver que ela lembra de coisas que você contou dois anos atrás, é vê-la tentar reconciliar você com seu pai, é ver como ela fica triste quando você esta triste e como sorri com delicadeza quando diz que você esta fazendo uma tempestade em copo d’água. Sentem-se amados aqueles que perdoam um ao outro e que não transformam a magoa em munição na hora da discussão. Sente-se amado aquele que se sente aceito, que se sente bem vindo, que se sente inteiro. Sente-se amado aquele que tem sua solidão respeitada, aquele que sabe que não existe assunto proibido, que tudo pode ser dito e compreendido. Sente-se amado quem se sente seguro para ser exatamente como é, sem inventar um personagem para a relação, pois personagem nenhum se sustenta muito tempo. Sente-se amado quem não ofega, mas suspira; quem não levanta a voz, mas fala; quem não concorda, mas escuta. Agora sente-se e escute: eu te amo não diz tudo.
MARTHA MEDEIROS. 

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

o que você vê

É verdade o que dizem de você, que você não é como eu, que sempre sabe onde ir e que nunca se perdeu. Diga uma palavra pra me acalmar. Me convença que um dia tudo vai melhorar. Abra os seus braços pra me refugiar. Eu quero amplificar pra que todos saibam e possam escutar, eu quero ser como você, eu quero ver o que você vê. Não sei quando, onde ou porque, um dia eu percebi, a vida é mais doce pra você, tem um gosto que eu nunca conheci. Feche meus olhos e me faça sonhar. Diga pra eu parar de me preocupar. Me mostre como sempre acreditar. Eu quero acelerar, o tempo corre e eu preciso te alcançar. Eu quero ser como você, eu quero ver o que você vê.
eu quero ser como você-capital inicial

sábado, 22 de outubro de 2011

Você não pode viver a sua vida para os outros. Você tem de fazer o que for certo para você, mesmo que isso machuque as pessoas que você ama.
diário de uma paixão

sábado, 15 de outubro de 2011

need you now

Sei lá, talvez seu jeito de falar, de rir, de brigar, de abraçar, de dançar, ou de fazer qualquer outra coisa, tenha me conquistado aos poucos. Era o tipo de coisa que eu gostava de fazer contigo, o tipo de coisa que trazia uma paz interna, uma calma incrível, e tudo que tinha de melhor. Era o tipo de companhia ideal com quem eu gostava de estar, e que fazia eu me sentir viva. O tipo de companhia que eu precisava agora.

sábado, 1 de outubro de 2011

Please, take my hand

Durante algum tempo ficamos a olhar um para o outro, sem articular palavra. Quem diria? De dois grandes namorados, de duas paixões sem freio, nada mais havia ali; havia apenas dois corações murchos, devastados pela vida e saciados dela, não sei se em igual dose, mas enfim saciados.

Machado de Assis

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

(des)controle

Você não tem noção da vontade que eu tive de te abraçar hoje, queria pular em você e não te soltar mais. Triste é saber que eu tenho que me controlar pra não fazer isso. É irritante não poder fazer nada, quando a vontade é de fazer tudo. É ruim ter que fingir que não me importo.

domingo, 18 de setembro de 2011

i'm yours

E você sabe que, apesar dos apesares e de todo aquele papo furado, eu ainda vou estar aqui, na mesma rua, na mesma casa, e você sabe onde me encontrar. Já pensou se a gente se esbarra dobrando a esquina? Já pensou o quão boba eu ficaria? Porque eu sei, e você sabe também, que não importa quantas brigas e nem quanto tempo elas durem, sempre vai existir o ponto onde a gente se rende, e cansa, e volta, e vive essa história de novo. E eu sei que você sabe que, querendo ou não, você ainda me causa arrepios, e só pra você lembrar meus sorrisos ainda são por você, e pra você.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

yes, again

O que eu não daria para experimentar só mais uma vez, para sentir aquela incrível sensação, de quando ele me olhava e eu me sentia... viva
pronta para amar

domingo, 11 de setembro de 2011

tonight

It's a beautiful night, we're looking for something dumb to do, hey baby, I think I wanna marry you. Is it the look in your eyes, or is it this dancing juice? Who cares baby? 

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

certos detalhes

Ela não conseguia pensar em ninguém que fosse sequer remotamente parecido com ele. Ele era complicado, em muitos sentidos, quase contraditório, porem simples, uma combinação estranhamente erótica.
diáriodeumapaixão

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

verdades do mundo

Te encontro nas ruas, até de olhos fechados, sinto a tua presença, e a lembrança que eu tenho de você, me faz querer te abraçar, querer te encontrar. Das coisas que eu digo sobre a gente ter coragem, as vezes me esqueço e quando vejo outro dia clareou, e eu fiquei aqui, e eu fiquei aqui. É difícil viver as verdades do mundo, quando o seu coração não se sente à vontade. Sigo seus passos, invento incertezas, é certo que fracasso algum será capaz de me fazer desistir, porque eu não vou me entregar, eu não vou desistir. E se eu puder fazer por ti, o que ninguém jamais fez por mim, eu faço, eu faço.
 Detonautas

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

entre teus dedos


Estava ficando tarde, e ela sabia que seus pais ficariam furiosos se tivessem idéia de onde ela estava. Naquele momento, porém, isso não importava. Ela só conseguia pensar em como aquele dia tinha sido especial, em como ele era especial, e minutos depois, quando os dois já estavam voltando pra casa, ele segurou a mão dela, e por todo o caminho ela sentiu a maneira como o toque dele a aquecia.
Diário de uma paixão

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

next to you


Me deixa te olhar e decorar tudo que te envolve, da ponto dos dedos ate o ultimo fio de cabelo. Me deixa brincar com suas mãos, estralar seus dedos e apertar forte pra tirar o meu medo. Me deixa sentir seu cheiro enquanto me aninho em seus braços, nos seus abraços. Me deixa te xingar e brigar contigo ate que você enjoe e me cale. Me deixa zuar com você, falar mal da sua musica preferida, pois mal sabe você que eu também a escuto. Me deixa passar as unhas em seus braços, pois eu gosto de quando você fica arrepiado. Me deixa mexer na costura de suas roupas ate que você segure minhas mãos. Me deixa fazer birra enquanto você ri e pede desculpas. Me deixa subir nos seus pés pra conseguir ser mais alta. Me deixa descobrir os seus vários tipos de olhares. Me deixa te segurar quando você pensa em ir embora. Me deixa me esquentar envolvida no seus abraços. Me deixa admirar seu sorriso e ouvir o som da sua risada. Me deixa revirar seu cabelo, ate porque ele fica lindo bagunçado. Me deixa ouvir sua voz só pra manter a calma. Me deixa dizer bem baixinho o quanto te amo. Me deixa cuidar de você pra ver se melhora. Me deixa tremer quando você chega. Me deixa ter medo de te perder. Me deixa sem jeito, sem saber o que dizer. Me deixa desafinar ao cantar com você. Me deixa escutar o som da sua respiração. Me deixa alisar seus casacos enquanto você tenta entender o que eu disse. Me deixa dizer que as musicas me lembram você. Me deixa encher a sua paciência, e te irritar ate não poder mais. Me deixa te fazer ciúmes. Me deixa dizer que filme de terror é melhor. Me deixa falar que nem um papagaio. Me deixa sentir saudade de você. Me deixa bater em você, mesmo querendo te beijar. Me deixa deitar em você e não prestar atenção no filme. Me deixa te beijar enquanto você briga comigo. Me deixa cantar musicas melosas. Me deixa fugir só pra você me prender de novo. Me deixa insistir pra você mudar de idéia. Me deixa dizer seu nome errado e mesmo assim não me corrigir. Me deixa te acordar de madrugada por não conseguir dormir. Me deixa gostar de você cada vez mais, mesmo quando não merece. Me deixa ser sua pro resto da vida. Me deixa te ter assim, juntinho, sendo meu pra sempre.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

mais uma vez

Então vem, não importa se de dia ou de noite, confesso que não estou muito preocupada com a hora, contanto que você venha e traga junto aquele sorriso que eu tanto gosto e que me enche de alegria. Poderíamos sair para dar uma volta abraçados por ai, ou simplesmente assistir qualquer programação sem graça da TV enquanto nos empanturramos de doces, claro que a casa estaria uma bagunça, mas se você prometer que vem eu contrato uma empregada só pra deixar tudo limpo, ou ate mesmo eu limpe e organize a minha confusão pra ter espaço pra nós dois. Venha e traga junto aqueles abraços que me protegem, traga também aquele brilho no olhar que me faz querer cada vez mais, você aqui. Traga amor também mesmo que não precisa, e mesmo que exista demais disso entre nós. Então vem e fica, fica pra sempre, pois você sabe que eu não vou te deixar ir embora, bato o pé, faço birra, te agarro, te prendo num abraço, e não te deixo ir, insisto ate que você mude de idéia e desista de ir e fica, fica aqui, ocupando espaço, pra sempre, pois eu não me importo, eu gosto do seu jeito folgado de permanecer. Então vem, e fica, e mata essa vontade, afoga essa saudade.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

um dengo seu

imagine que louco acordar, todo dia, com você sorrindo pra mim.

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Na idade do céu

Tudo está em calma , deixe que o beijo dure, deixe que o tempo cure, deixe que a alma, tenha a mesma idade, que a idade do céu.

sábado, 4 de junho de 2011

até o fim

Quero ser o teu melhor sorriso, te mimar, sempre que possível, quero ser tua vontade louca, me lambuzar no mel da sua boca, ser teu sonho, teu segredo, tua raiva, teu medo, teu desejo mais profundo, tua vida, teu mundo.

Quatro Estações

segunda-feira, 25 de abril de 2011

mil acasos

A gente sempre conhece as melhores pessoas por acaso. Eu te conheci por acaso, e foi o acaso mais lindo da minha vida.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

fácil perceber

Eu não deixei de achar graça das coisas, simplesmente, hoje eu quero ser levado a sério, as coisas mudam sempre, mas a vida não é só como eu espero, existe um dom natural que todos temos, nossas escolhas vão dizer pra onde iremos. Mas se for pra falar de algo bom, eu sempre vou lembrar de você. Difícil não lembrar do que nunca se esqueceu, fácil perceber que seu amor é meu. Difícil não lembrar do que nunca se esqueceu, fácil perceber que meu amor é seu


(charlie brown jr)

terça-feira, 22 de março de 2011

apostas e possibilidades

É a possibilidade que me faz continuar, não a certeza, uma espécie de aposta da minha parte. E embora você possa me chamar de sonhador, de tolo, ou de qualquer outra coisa, acredito que tudo é possível. 


Diário de Uma Paixão

sexta-feira, 11 de março de 2011

perder, ganhar, deixar rolar

E pra falar bem a verdade, eu sei como isso termina, sei muito bem que não vai dar certo. Vamos ser realistas não é, foi assim que aprendi a ser, foi assim que você me fez ser, mas por mais que a realidade esteja ali estampada na cara, frente a frente comigo, olhando pra você, eu tento, porque eu sei que a sensação de poder ter, de poder sentir, aquele frio na barriga, e aquela adrenalina toda é muito mais forte que eu, e acabo não resistindo a tamanha vontade de te querer de novo. E te quero, te desejo, te sinto, e te tenho. Te tenho nem que seja por um instante, te tenho nem que seja por 5 minutos, te tenho por uma noite, ou duas, ou três, te tenho pra mim, te tenho perdido nos pensamentos, te tenho e te quero, me abraçando, me beijando, brincando com meus dedos, mexendo e remexendo em meus cabelos, colando seu corpo no meu. E depois, bom depois a gente não sabe, a gente espera, a gente insiste, talvez a gente quebre a cara, mas a gente continua ali, e é sempre assim. E é no meio de toda essa loucura, que os pensamentos, as vontades, os sentimentos, começam a se misturar, da aquela vontade de gritar, de chorar, de acabar com você, de despedaçar cada parte sua, de te amarrar a mim, de xingar, de brigar, de esperar, de inventar, de amar, de voltar, vontade de que dessa vez, tudo seja verdade. E ai o ciclo começa e recomeça e continua. Eu sei como começa, eu sei como termina, ou talvez só suponha, mas não faz diferença, no fundo é quase sempre a mesma coisa, com alguns detalhes diferentes, é torturante, mas ao mesmo tempo é tão bom, é tão bom porque tem eu e você juntos, é torturante porque tem eu e você separados, é confuso, é estranho, é intimidante, mas é melhor que qualquer coisa, você sabe, eu sei, é assim que é, e é assim que vai continuar sendo. Você e eu, juntos ou não. 

sábado, 26 de fevereiro de 2011

Queria dizer que toda essa conversa sobre sentimentos era irrelevante. Aquelas emoções vem e vão e não podem ser controladas, então não há razão para se preocupar com elas. Pois, no final, as pessoas dever ser julgadas por suas ações, já que no fim são as ações que as definem. 


A Última Música

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

quatro vezes você

Depois de todo aquele rolo, lance, enrolo. Depois daquelas brigas, discusões, e palavras pela metade. Depois daqueles beijos, abraços, e risadas. Depois do silêncio, da falta de assunto e das confusões. Depois de tudo estamos aqui de novo, juntos. Não tão junto quanto antes, mas isso a gente releva. E então é isso, viramos amigos, voltamos a falar todas aquelas besteiras e sacanagens que costumávamos falar um pro outro, e que quase sempre não acaba bem, fazendo um de nós se comprometer entre palavras soltas. Tiramos um com a cara do outro, mas isso é normal e eu sei que por mais que você fique irritado, você ri de todas aquelas bobagens sem nexo nenhum. Somos amigos. Saímos juntos, rimos, discutimos, dançamos, apostamos, e fizemos todas essas coisas que amigos fazem, ou quase todas. Mas sabe às vezes é ruim. É cansativo fingir que ta tudo bem, é cansativo ter que me controlar quando to perto de você, é cansativo e queima meu corpo por dentro, fazendo meus desejos falarem mais baixo, é cansativo e arde como um gelo que fica encostado muito tempo sobre a pele, arde por não ter sua pele. E por mais que não pareça, eu me preocupo com você, eu sinto saudade, eu sinto ciúmes, eu me importo demais, e é exaustivo fingir que não e disfarçar apenas com um sorriso no rosto. Eu não to dizendo que não é bom ser sua amiga, claro que é, só que às vezes vem aquela falta de “nós” e não só daquele "eu e você" separados, vem aquela vontade de te abraçar e não soltar mais, vem aquele desejo, aquele querer de ter você só pra mim. É estranho conversar com você e não te chamar de coisas engraçadas entre as nossas risadas, ou dizer um “eu te amo” no final da conversa, mas é melhor ser sua amiga do que nada, e sabe as vezes eu só queria saber se você se importa comigo, como eu me importo com você, nem que fosse só um pouquinho, isso já bastaria. Muita coisa mudou depois do fim, mas eu sei de uma coisa: meu sentimento não mudou em nada, e independente de tudo, eu ainda te amo, e você sabe, eu só quero seu bem, nem que pra isso eu tenho que abrir mão da minha felicidade, porque afinal, por você ou com você eu topo tudo. 

domingo, 6 de fevereiro de 2011

E o que dizer desse segundo, distraído do olhar, que no infinito corre mundo, onde o céu encontra o mar. Nesse jogo de reflexo a certeza me distrai, seu desejo é meu início, e eu estou tão perto agora, eu sei.

Skank

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

milhares de tentações

Seus dentes e seus sorriso, mastigam meu corpo e juízo, devoram os meus sentidos, e eu já não me importo comigo. Então são mãos e braços, beijos e abraços, pele, barriga e seus laços, são armadilhas e eu não sei o que faço, aqui de palhaço, seguindo seus passos.

Garotos - Leoni

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

o que a tua ausência me causou

"Eu amo o seu jeito, amo quando você faz uma cara de perdido, amo quando você olha como se mostrasse tudo o que sente, ou quando você tenta me dar bronca e chega tão perto do meu rosto que me faz ficar vesga, amo o aconchego e a segurança do seu abraço, amo a calma e falta de preocupação que eu sinto quando estou do seu lado, o seu jeito de ser tão encantador para todos, amo o que eu sou quando eu to com você, porque eu não sinto medo de ser eu mesma, não sinto medo de ser boba, de rir das coisas mais sem graças, de levar e dar tapas, de não ligar pro que os outros vão pensar, e a verdade é que eu sempre amei tudo isso em você, eu sei que eu posso falar com você sobre tudo, bom, tudo mesmo, sabe eu amo saber que se meu mundo cair, você vai estar ali, pra me abraçar e dizer que no fim tudo vai ficar bem, assim como você vai estar ali pra me mostrar quando eu estiver errada, e lembre sempre, que eu também estarei aqui, Independente do que vier  a acontecer, porque você tem um valor muito grande na minha vida, de verdade, mesmo se a gente vier algum dia a ter uma briga muito feia, que talvez nos separe (bom, nada nos separarias, mas se acontecesse), lembre que ainda assim, você pode contar comigo, eu vou te ajudar, eu sei disso, eu nunca vou deixar você. Eu nunca vou esquecer você, eu te levo comigo sempre, não tem como agradecer o que você é pra mim, sabe? Tenho que admitir que eu sinto falta da gente como ‘nós’. Desde os beijos, ate toda sacanagem, falta de andar por ai e saber que eu não precisava procurar alguém, porque eu já tinha você nos meu braços, apesar de que você nunca foi meu, mas ninguém pertence a ninguém essa é a verdade. Pelo menos o que me resta, são lembranças, e boas lembranças. Lembre, que eu estarei aqui sempre, pra falar sobre qualquer coisa, e que eu sou eternamente grata por cada sorriso que você provoca em mim, e que eu realmente não vou te deixar, eu nunca pensei que fosse possível alguém se tornar tão especial em tão pouco tempo, algo se tornar tão forte muitas vezes só na base de olhares.E as vezes vai bater aquela saudade em mim, mas como diz a musica 'a cada ausência tua eu vou chorar. Mas cada volta tua há de apagar. O que esta ausência tua me causou' . Se lembre, e não esqueça, que você é muito importante, e obrigada por tudo, eu te amo"


- My love will follow you and stay with you, baby you’re never alone!


Texto escrito por minha amiga Mayara Paes