domingo, 18 de março de 2012

aonde o sol se esconde

Bateu saudade de sentar no sofá e assistir um filme qualquer, sentindo teus dedos escorregando pelo meus braços ou se embaraçando nos meus cabelos, aquele tipo de carinho, sem segundas intenções. Safado mas, mesmo assim, doce. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário