segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

ari, ariel, él - anjo!


A dor de perder um amigo, ou mais que isso, um irmão, não de sangue mas de coração, é incalculável! Pô Ariel, como tu faz isso comigo e com todos que gostam tanto de ti? Me diz agora pra quem eu vou xingar o mundo quando tudo dá errado? Me diz quem vai ta sempre disposto a falar bobagens, fazer planos, e conversar sobre fetiches? Me diz agora quem vai me trazer sã e salva pra casa depois de badalar a noite inteira? Me diz quem vai guardar meus segredos e me chamar de fresca e atirada toda vez que acontece algo novo? Me diz quem vai me mandar trocar saliva nas festas ou outra coisa qualquer do tipo? Pois é, perdi o chão, meu amigo, perdi você pra uma fatalidade terrível da vida, perdi de uma forma que nunca vou entender o porque, perdi, e agora não tem mais volta. Nada que aconteça a partir de agora vai ter tanta graça como tinha, o bate papo do face vai ficar vazio sem você ali, jogar candy crush não vai ser mais legal, comentar da vida alheia não vai ser tão empolgante, perdeu sentido, o mesa perdeu sentido, tudo perdeu sentido sem a sua alegria. Mas quem conheceu você sabe que perto de ti não existia tristeza nenhuma, e sabe o sorriso que você tinha em todas as fotos idiotas? Esse sorriso estampado aí em cima, é disso que eu vou lembrar! É aquele sorriso que contagia o mundo que eu vou carregar sempre comigo, pois tenho certeza que é assim que você quer e vai ser lembrado por todos porque merece. Fotos, planos, pizzas, caminhadas noturnas, comentários da vida alheia, conselhos, abraços, risos e essas coisas todas que a gente fazia, vão ficar sempre na minha memória. Perdi você, uma das melhores pessoas que já conheci na vida, e não vou me conformar com isso e não vai ter ninguém que me acalme nessa situação, mas tenho certeza que você ta aí junto de Deus, que vai cuidar de nós, e ser uma estrela no céu. EU TE AMO MEU AMIGO/IRMÃO/MELHOR AMIGO, TE AMO PRA SEMPRE, VOU SENTIR MUITA A TUA FALTA! FICA EM PAZ MEU ANJO!

dia lindo, porém o mais triste de todos. é o som do barulho que o silêncio faz

domingo, 6 de janeiro de 2013

questão de acreditar

Alguns dizem que o destino está além do nosso controle, que não escolhemos nossa sina, mas eu sei a verdade, nosso destino vive dentro de nós, você só precisa ser valente o bastante para vê-lo.
Valente