segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

agora, só agora

Baby, tanto a aprender, meu colo alimenta você e a mim. Deixa eu mimar você, adorar você, agora, só agora, porque um dia eu sei vou ter que deixá-lo ir. Sabe, serei seu lar se quiser, sem pressa, do jeito que tem que ser, que mais posso fazer? só te olhar dormir, agora, só agora, correndo pelo campo, antes de deixá-lo ir. Muda a estação. necessário e são, você a florescer, calmamente, lindamente... Mesmo quando eu não mais estiver, lembre que me ouviu dizer o quanto eu me importei e o que eu senti, agora só agora, talvez você perceba, que eu nunca vou deixá-lo ir, que eu nunca vou deixá-lo ir, eu não vou deixá-lo ir!

Pitty

Nenhum comentário:

Postar um comentário